Instrutor de tiro de Jair Renan, filho 04, tem 17 armas apreendidas

Empresário Maciel Carvalho foi preso na quinta-feira (5)

PCDF apreende 17 armas do instrutor de tiro de filho 04 do ex-presidente Bolsonaro (PCDF/ Reprodução)
PCDF apreende 17 armas do instrutor de tiro de filho 04 do ex-presidente Bolsonaro (PCDF/ Reprodução)
  • Polícia Civil apreende 17 armas e 200 projéteis na casa de Maciel Carvalho;

  • Empresário e instrutor de tiro foi preso ontem por posse, porte e comércio ilegal de armas;

  • Ele também é acusado de usar documentos falsos para obter registro de CAC de forma ilegal.

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) apreendeu 17 armas e 200 projéteis de munição na casa de Maciel Carvalho, empresário, influenciador digital e instrutor de tiro que foi preso na manhã desta quinta-feira (5).

Alvo da operação ‘Falso Coach’, Carvalho é suspeito de vender armas ilegalmente e forjar documentos para ter registro de CAC (Colecionador, Atirador Desportivo e Caçador). Dentre as armas apreendidas, havia 15 pistolas 9 mm e dois rifles. Todo o material é avaliado em R$ 75 mil, segundo a polícia.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

O indiciado pode ser condenado a até 19 anos de prisão por posse, porte e comércio ilegal de armas de fogo, mediante falsificação e uso de documentos falsos

Ligação com Jair Renan Bolsonaro

Carvalho foi instrutor de tiro do filho 04 de Jair Bolsonaro (PL) e já deu entrevista ao lado do rapaz. Eles aparecem juntos em fotos divulgadas nas redes sociais. Em outras publicações, o influenciador preso também está ao lado de Ana Cristina Valle, ex-mulher de Bolsonaro e mãe de Jair Renan.

De acordo com informações do portal Metrópoles, o blogueiro era homem de confiança do 04 e ficou responsável pelo registro de uma ocorrência policial após a casa de Jair Renan, no Lago Sul, ser pichada por vândalos, em 29 de setembro de 2022.

A PCDF, entretanto, descarta envolvimento da família do ex-presidente nos crimes investigados na Operação Falso Coach.

Operação Falso Coach

De acordo com a polícia, Carvalho fazia lives motivacionais nas redes sociais e vendia cursos de armamento e treinamento de tiros.

Entretanto, ele não tem permissão para venda e posse de arma, já que cumpre pena e estava em liberdade provisória. As armas que possuía foram adquiridas por meio do uso de CPFs falsos que ocultavam antecedentes criminais.

Carvalho tinha passagem na polícia por crimes como:

  • Falsificação de Documentos

  • Estelionato

  • Organização Criminosa

  • Peculato

  • Lavagem de Dinheiro

  • Corrupção Ativa

  • Uso de Documento Falso

  • Disparo de Arma de Fogo