Intel corta projeção de receita de 2022 pela 2ª vez

BENGALURU, Índia (Reuters) - A Intel cortou nesta quinta-feira previsão de receita para 2022 pela segunda vez este ano, já que a queda na demanda por PCs parece piorar e os temores de recessão deterioram perspectivas para o mercado de data centers.

A inflação alta reduziu a demanda por computadores e outros aparelhos, forçando empresas de eletrônicos a cancelarem pedidos de componentes como chips enquanto tentam limpar estoques.

As vendas de PCs caíram 15,5% no terceiro trimestre, mostraram dados da Counterpoint Research. A empresa de pesquisa espera uma queda de 13% para o ano, maior do que a estimativa da Intel de declínio de cerca de 10%.

Os fabricantes de chips também refletem preocupações de que a ameaça de uma recessão global leve os clientes do mercado de data centers a reduzirem gastos.

O lucro líquido da Intel no terceiro trimestre somou 1,02 bilhão de dólares, ou 0,25 dólar por ação, em comparação com um lucro de 6,82 bilhões, ou 1,67 dólar por ação, um ano antes.

A empresa agora espera uma receita anual de 63 bilhões a 64 bilhões de dólares, ante 65 bilhões a 68 bilhões estimados antes. A previsão original da empresa era de cerca de 76 bilhões de dólares.

Analistas esperam, em média, receita anual de 65,26 bilhões de dólares, segundo dados da Refinitiv.

(Por Chavi Mehta e Jane Lanhee Le)