Intenção é votar PEC da Transição até quarta na Câmara, diz deputado José Guimarães

Plenário da Câmara dos Deputados

BRASÍLIA (Reuters) - A intenção dos aliados do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva é votar a PEC da Transição até quarta-feira no plenário a Câmara, disse o deputado José Guimarães (PT-CE), ao acrescentar que tem havido um trabalho em comum com o presidente da Casa, Arthur Lira (PP-AL), para preparar a votação da proposta e também do Orçamento da União de 2023.

Guimarães disse que a ideia é votar o primeiro turno da PEC, depois quebrar o interstício (prazo previsto regimentalmente para que haja uma nova votação da proposta) e depois votar o segundo turno da matéria.

"Ideia é levar direto ao plenário porque será apensada a outra que já está pronta", confirmou o petista.

Na quarta, o Senado aprovou por ampla margem de votos a PEC da Transição que expande por dois anos o teto de gastos em 145 bilhões de reais para o pagamento do Bolsa Família de 600 reais, conferindo ao governo eleito uma vitória em seu primeiro grande teste no Legislativo.

(Reportagem de Lisandra Paraguassu; Texto de Ricardo Brito; Edição de Alexandre Caverni)