Intensificam-se os combates na região ucraniana de Donetsk

Intensificam-se os combates com as forças russas em Donetsk. Os escombros na região ucraniana são prova disso. No território ocupado de Kherson, os residentes terão sido alertados pelos militares russos da contraofensiva iminente das tropas ucranianas e foram aconselhados a deixar a cidade.

As autoridades russas já obrigaram à deslocação de muitos civis de Kherson, enquanto a Ucrânia aumenta a pressão sobre as tropas de Moscovo destacadas na margem ocidental do rio Dnipro. As forças ucranianas têm vindo a avançar no Sul, enquanto a Rússia intensifica os ataques a Kiev.

Os militares ucranianos dizem esperar ordens para avançar para a cidade de Kherson em breve: os analistas acreditam nesta possibilidade devido à deterioração das condições meteorológicas. Com a chuva, o solo está a transformar-se numa camada de lama impenetrável.

O Ministério da Defesa russo divulgou imagens do que descreveu como sendo "pessoal mobilizado que continua a formação na Sibéria". Ao que tudo indica o contingente fará parte da mobilização nacional levada a cabo em setembro pelo Presidente Vladimir Putin.

Entretanto, combatentes russos na região oriental ucraniana de Donetsk chegaram à cidade de Amvrosiivka, depois de terem sido libertados numa troca de prisioneiros com o exército ucraniano.