Internado com Covid-19, deputado Osmar Terra é transferido para a UTI

Redação Notícias
·2 minuto de leitura
Valter Campanato/Agência Brasil
Osmar Terra, ex-ministro da Cidadania, está internado com Covid-19. (Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)

Após ser internado devido à infecção pelo novo coronavírus, o deputado federal Osmar Terras (MDB-RS) foi transferido para a UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital São Lucas, da PUC (Pontifícia Universidade Católica) de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul.

As informações são da rádio CBN e do jornal Zero Hora, de Porto Alegre. De acordo com o jornalista Fábio Schaffner, do periódico gaúcho, o ex-ministro teria apresentado “grave inflamação dos pulmões” e estaria respirando com ajuda de ventilação mecânica.

Na noite de domingo (22), Terra deu entrada na internação do Hospital São Lucas da PUC-RS. O político postou nas redes sociais que está fazendo exames de avaliação e fisioterapia para ajudar no tratamento da Covid-19 para, segundo ele, “acelerar a volta ao trabalho o mais breve possível”.

Leia também

Ainda de acordo com Schaffner, o deputado realizou uma tomografia que constatou um comprometimento dos pulmões. Questionado pela equipe médica se gostaria de ser transferido à UTI, Osmar Terra teria aceitado “de imediato”.

Segundo boletim do hospital, o político “encontra-se estável e sentindo-se confortável, com bom padrão respiratório respondendo as medidas adotadas até o momento”. Entretanto, a nota do hospital não esclarece quais seriam as medidas a que Terra está sendo submetido e nem o setor onde está internado.

No dia 13 de novembro, também pelas redes sociais, Terra declarou que testou positivo para a Covid-19. Na ocasião, ele relatou que começou o tratamento com hidroxicloroquina e ivermectica, dois medicamentos sem comprovação científica de que funcionam contra o coronavírus.

Desde o início da pandemia, Osmar Terra tem negado a gravidade da doença. O deputado chegou a criticar o isolamento social e declarou, por várias vezes, ser contrário às medidas recomendadas pela Organização Mundial de Saúde e pelo Ministério da Saúde.