Internado com Covid-19, sambista Nelson Sargento tem piora em seu quadro de saúde

·1 minuto de leitura

Internado com Covid-19 desde sexta-feira no Instituto Nacional do Câncer (Inca), no Rio de Janeiro, o sambista Nelson Sargento, de 96 anos de idade, teve uma piora em seu estado de saúde. Segundo o colunista do jornal O Globo Ancelmo Gois, a equipe médica luta para não intubá-lo, mas a situação caminha para a realização do procedimento, já que o vírus comprometeu mais o pulmão do artista. A família de Sargento pede orações para enfrentar o momento difícil.

A equipe do artista publicou um comunicado oficial nesta quarta-feira no Instagram do sambista com a atualização de seu boletim médico. Sargento está em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), onde segue desde sábado.

"O paciente apresentou piora do padrão ventilatório e hipertensão, assim respirando com auxílio de máscara de oxigênio. O Instituto ainda esclarece que o paciente foi internado no último dia 20, com quadro de desidratação, anorexia e significativa queda do estado geral. Ao chegar na unidade, foi realizado o teste de covid-19, que apontou positivo", disse a nota.

O sambista tomou as duas doses da vacina CoronaVac. Sargento foi um dos primeiros cariocas a se vacinar contra a Covid-19, numa cerimônia simbólica no Palácio da Cidade, no dia 31 de janeiro. Ao lado dele, estavam outros quatro idosos, entre eles o ator Orlando Drummond, de 101 anos.

Nelson Sargento tem histórico oncológico (retirou um tumor na bexiga em 2015 e, dez anos antes, tratou um câncer de próstata). Por causa da idade avançada, foi um dos primeiros a ser vacinado no Rio, entre janeiro e fevereiro deste ano.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos