Internet lembra cantor Manoel Gomes 'Caneta Azul' após Lula falar de caneta com que assinou termo de posse

A internet não demorou a lembrar o artista Manoel Gomes, do hit "Caneta azul", após Lula falar sobre a caneta com que assinou o termo de posse neste domingo, dia 1º de janeiro.

Na cerimônia, Lula falou que ganhou a caneta de um apoiador do Piauí em 1989. Ele contou que a recebeu para assinar a posse caso ganhasse naquele ano. "Eu não ganhei as eleições de 1989, não ganhei em 1994, não ganhei em 1998. Em 2002, eu ganhei as eleições e, quando cheguei aqui, tinha esquecido a minha caneta e usei a do senador Ramez Tebet. Em 2006, assinei com a caneta aqui do Senado. Agora, eu encontrei a caneta. E essa caneta aqui é uma homenagem ao povo do Piauí", contou Lula.

Imediatamente, internautas lembraram do cantor Manoel Gomes e do hit "Caneta azul". "Quem deu essa caneta ao Lula foi o Manoel Gomes, autor da Caneta Azul", escreveu uma usuária no Twitter. "O homem que deu a caneta para o Lula em 89 era apenas um garoto. Hoje, ele é Manoel Gomes Caneta Azul", postou outro.

Manoel Gomes é do Maranhão e nas últimas eleições se candidatou a deputado estadual pelo PL, partido do ex-presidente Jair Bolsonaro, mas não se elegeu. São dele os versos "Caneta azul, azul caneta. Caneta azul tá marcada com minha letra", que fizeram sucesso em 2019.

Em outubro de 2019, o cantor viralizou nas redes com o hit, ganhando grande projeção nacional. Cantores como Marília Mendonça, DJ Alok, Wesley Safadão, Maiara e Maraísa chegaram a comentar a presença de Manoel Gomes no cenário musical. Ele foi a programas de televisão do Brasil, tudo por conta da história de um estudante que perdeu uma caneta azul.

Posteriormente, durante a pandemia, ele fez uma live de sucesso que alcançou mais de 1,5 milhão de espectadores simultâneos.

À Justiça Eleitoral para as eleições deste ano, se apresentando como "o candidato Caneta Azul", Manoel Gomes declarou um patrimônio de R$ 542.615,25. Os bens se dividiam entre uma casa, um carro, uma moto, aplicações e capital social de um empresa com o seu nome "MJ Gomes".

Manoel era vigilante quando compôs "Caneta azul". Na época, ao EXTRA, ele comemorou o sucesso:

— Estou muito feliz com as pessoas cantando minha música. Apareci na televisão e tudo. Eu tenho um CD com quatorze músicas que vou lançar na internet para todo mundo. Sou artista desde os 15 anos. Tenho muitas canções.

O maranhense disse que a inspiração da composição veio quando ele perdeu uma caneta com seu nome escrito, enquanto ia para a escola. O artista contou que compôs a música para recuperar o objeto. Após viralizar na internet, ele garantiu que conseguiu a caneta de volta.