Interventor do DF: Terroristas feriram 44 policiais e quase mataram um PM em invasão

Interventor do DF promete investigação profunda sobre invasão golpista do dia 8 de janeiro no DF - Foto: Joedson Alves/Anadolu Agency via Getty Images
Interventor do DF promete investigação profunda sobre invasão golpista do dia 8 de janeiro no DF - Foto: Joedson Alves/Anadolu Agency via Getty Images

Ricardo Cappelli, interventor da segurança no Distrito Federal, afirmou na noite deste domingo ao "Fantástico" que 44 policiais ficaram feridos no embate com os invasores aos três poderes no dia 8 de janeiro. Ele afirmou que havia gente preparada em combate entre os manifestantes golpistas.

— Nós temos 44 policiais militares feridos em combate. Eles enfrentaram homens profissionais entre os manifestantes. Gente treinada e preparada. Gente que tinha noção de tática de enfrentamento, gente que tinha luva própria pra devolver granada e artefatos e gente que por muito pouco não ceifou a vida de um policial militar — afirmou Capelli.

Ao programa, ele afirma que encontrou um comando da segurança do Distrito Federal atordoado.

— Agora é a hora da gente separar o joio do trigo. Os que falharam, os que foram omissos, os que foram cúmplices e aqueles que honram a instituição, a polícia militar do Distrito Federal — afirmou. — A noite do dia 8 ainda não acabou. O dia 8 ainda não acabou. Essa noite ainda tem muita coisa pra ser... muita história por trás dela, muita investigação e a gente vai até o final.