Inundações deixam 43 mortos na Indonésia

Danos provocados pelas inundações em Bekasi, na ilha de Java, Indonésia, em 2 de janeiro de 2020

Os serviços de emergência continuavam procurando várias pessoas desaparecidas nesta sexta-feira na região de Jacarta, após as inundações e deslizamentos de terra de 31 de dezembro que deixaram pelo menos 43 mortos.

As fortes chuvas na megalópole de Jacarta, onde vivem quase 30 milhões de pessoas, transformaram vários bairros em terrenos dominados por carros virados entre edifícios parcialmente destruídos.

Mais de 190.000 habitantes foram levados para abrigos temporários e milhares de pessoas não podem retornar para suas casas, que continuam alagadas.

"Sugerimos às pessoas com casas inundadas que sigam para locais mais seguros", afirmou Agus Wibowo, porta-voz da agência nacional de gestão de desastres.

De acordo com a agência, 43 pessoas morreram na região metropolitana de Jacarta e em Lebak, que fica no extremo sul da ilha de Java.

A água foi drenada em grande parte das áreas afetadas e a energia elétrica, que foi cortada em muitos bairros, está sendo restabelecida.

Os serviços de resgate anunciaram uma operação nesta sexta-feira para retirar os moradores dos bairros mais afetados, especialmente as crianças e os idosos, que continuam bloqueados em suas casas.

"Hoje vamos concentrar nossas buscas em 11 pontos que continuam inundados, para retirar mais pessoas", afirmou Yusuf Latif, porta-voz da agência nacional de resgates.