'Investi em frango': internautas ironizam aumento de preços de alimentos

"Investi em frango": A medida em que comidas saudáveis ficam mais caras, a população passa a buscar por alternativas mais em conta, o que pode prejudicar a saúde (Getty Image)
"Investi em frango": A medida em que comidas saudáveis ficam mais caras, a população passa a buscar por alternativas mais em conta, o que pode prejudicar a saúde (Getty Image)
  • "Investi em frango": Aumento no preço dos alimentos preocupa brasileiros;

  • No país, 33 milhões de pessoas passam fome;

  • A cesta básica chegou a custar R$ 1.209,71 em São Paulo.

Pensando em investir em algo que não para de valorizar? Esqueça as ações, joias e criptomoedas. Os brasileiros têm uma classe de produtos que fica mais cara no mercado: a comida.

"Comprei um pacote de frango no mês passado por 17,90 e deixei no congelador. Esse mês o mesmo pacote está 21,90. Valorizou 38%. Me siga para mais dicas de investimento", ironizou um perfil do Twitter.

Esse não é o único item que ficou mais caro. "Eu deveria ter estocado leite. De 4,50 foi para 7,69", respondeu outra conta.

A comida mais cara impacta na qualidade da alimentação

Os desabafos não são apenas brincadeiras da internet. As pessoas não conseguem mais se alimentar adequadamente. No país, 33 milhões de pessoas passam fome. E outras 31 milhões não sabem se vão ter o que comer amanhã, conforme dados do 2º Inquérito Nacional sobre Insegurança Alimentar no Contexto da Pandemia da Covid-19 no Brasil.

Não é só o desemprego, a precarização do mercado de trabalho e a covid-19 que estão colocando em risco o arroz e feijão de cada dia. A cesta básica chegou a custar R$ 1.209,71 em São Paulo, de acordo com uma pesquisa realizada pelo Procon-SP. Esse valor é apenas R$ 2,29 menor do que o salário mínimo.

A medida que comidas saudáveis ficam mais caras, a população passa a buscar por alternativas mais em conta. Carnes, frutas e verduras devem se tornar mais caras do que salsichas, doces e outros alimentos industrializados até 2026, segundo projeções de pesquisadores do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Entre os anos de 2020 e 2021, as empresas fabricantes de macarrão instantâneo registraram um faturamento de R$ 3,1 bilhões com mais de 189 mil toneladas vendidas. O número ultrapassou o de 2019, quando o ganho foi de R$ 2,6 bilhões com as vendas de 168 mil toneladas do alimento..

O resultado da má alimentação deve ser sentido nos próximos anos pelo sistema de saúde. Antes da pandemia, 1 a cada 5 mortes no mundo era causada por má alimentação. Ao longo dos próximos anos, o número pode aumentar.

Seis anos atrás, A OMS (Organização Mundial da Saúde) estimava que 71% das mortes no planeta decorreram de doenças crônicas não transmissíveis. Muitas delas são derivadas de má nutrição.

Internautas culpam governo pelos preços mais altos

Há semanas circula nas redes sociais o bordão "tá tudo caro e a culpa é do Bolsonaro". Os constantes reajustes nos preços dos produtos e serviços têm gerado manifestações, indignações e memes.

"Litro de leite R$ 10 reais, quilo do café R$ 30 reais. O supermercado 'virou' um aeroporto. Tá tudo caro e a culpa é de quem votou e ainda apoia Bolsonaro", disse um internauta.

As manifestações não são infundadas. Os alimentos ficaram 11,7% mais caros apenas no primeiro semestre deste ano. Essa é a maior taxa para o período nos últimos 28 anos, segundo dados divulgados pela Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) nesta segunda-feira (4). Combustíveis, energia elétrica, financiamentos e outras contas também passaram a pesar mais no bolso no consumidor.

Não é um exagero dizer que uma compra é um investimento. A cada ida no mercado, o poder aquisitivo fica menor com a troca das etiquetas em cada gondola, prateleira ou freezer. E são os mais pobres que sentem primeiro as consequências das mudanças de cada dígito.

Veja o que as pessoas estão falando sobre o assunto no Twitter

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos