Investidor paga R$ 2,5 milhões para ser vizinho de Snoop Dogg no metaverso

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Snoop Dogg
    Snoop Dogg
    American rapper
Snoop Dogg
Conjunto de terrenos do rapper chama-se 'Snoopverse'

(Stephen J. Cohen/Getty Images)

  • Homem paga R$ 2,5 milhões em terreno no metaverso

  • Local fica ao lado do metaverso do rapper Snoop Dogg

  • Investidor é conhecido como "P-Ape"

Um investidor de criptomoedas pagou nada menos que R$ 2,5 milhões para ser vizinho de Snoop Dogg no metaverso. O terreno “Wave 1 – 3x3 Estate S [12,-75]”, localizado ao lado do rapper norte-americano, pertence ao metaverso The Sandbox.

Leia também:

O homem, conhecido como “P-Ape”, desembolsou 71 mil unidades de SAND, a criptomoeda do jogo. Ele ainda não revelou o que pretende fazer com o terreno, mas tem uma vasta gama de opções em mãos, já que o metaverso The Sandbox permite que o usuário empreenda como achar melhor. Assim como na vida real, é possível construir prédios, casas, cassinos, alugar espaços, além de delegar missões aos jogadores. As informações são da Exame.

O metaverso de Snoop Dogg

O conjunto de terrenos do rapper, conhecido como ‘Snoopverse’, deve ganhar uma mansão similar a em que o norte-americano mora. Lá, os vizinhos terão acesso a recursos com o tema Snoop Dogg, bem como ao ‘Snoopverse Early Access Pass’ (passe live antecipado no Snoopverse), em que os jogadores verão, em primeira mão, as criações de Snoop Dogg no metaverso. Ainda é esperada uma estátua do rapper e um carro Brown Sugar.

Para que “P-Ape” tenha acesso à propriedade ao lado do astro, deve escrever ao The Sandbox, para então receber orientações de como transferir o token com a equipe.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos