Investidores apostam em queda de preço de criptomoedas com piora na confiança, diz CoinShares

Por Gertrude Chavez-Dreyfuss

NOVA YORK (Reuters) - Investidores institucionais estão correndo para produtos de criptomoedas que apostam em queda nos preços, com fluxos de recursos para estes investimentos em nível recorde após o colapso da corretora FTX, segundo levantamento semanal da gestora de ativos digitais CoinShares, divulgado nesta segunda-feria.

Produtos e fundos "cripto" viram fluxos de entrada de 44 milhões de dólares na semana encerrada em 18 de novembro, mas 75% desse fluxo representa investimentos em posições vendidas, "short", que apostam na queda nos preços, segundo os dados.

O total de ativos sob gestão despencou para 22 bilhões de dólares, o menor em dois anos, segundo a CoinShares.

A FTX fez um pedido de recuperação judicial nos Estados Unidos há mais de uma semana, no caso mais importante até agora de colapso no setor. A queda da FTX veio depois que operadores sacaram 6 bilhões de dólares da plataforma em três dias e a rival Binance decidiu abandonar um acordo de resgate da empresa.

Na semana passada, o executivo contratado pela recuperação judicial para comandar a FTX, John Ray, divulgou os primeiros dados de suas descobertas, As informações envolvem transferências impróprias de recursos e contabilidade frágil. Ele descreveu a FTX como um "fracasso completo" de controles.

"Mesmo para os historiadores de fraudes corporativas, o tamanho e a audácia dos atos na FTX desafiam a imaginação", disse Matt Weller, diretor global de pesquisa de mercados da FOREX.com e City Index.

Ele acrescentou, referindo-se ao ex presidente-executivo da FTX, Sam Bankman-Fried, "para operadores e investidores, cada palavra que sai da boca de SBF neste momento aumenta a probabilidade de regulações mais duras no mercado de cripto, tanto nos Estados Unidos quanto em outros países, e os preços dos tokens provavelmente vão continuar sob pressão enquanto houver temores sobre a chegada do martelo regulatório sobre o setor".

Em uma conversa a um repórter da Vox publicada na semana passada, Bankman-Fried culpou o colapso da FTX em parte à "contabilidade bagunçada" e expressou arrependimento sobre sua decisão de pedir recuperação judicial. Ele ainda denegriu reguladores dos EUA em termos de baixo calão. Mais tarde, ele disse que não pretendia que a conversa fosse tornada pública.

Os dados da CoinShares mostram também que o bitcoin registrou fluxos de entrada de 14 milhões de dólares, mas quando se considera os fluxos em posições vendidas, a entrada de recursos na moeda digital é negativa em 4,3 milhões de dólares.

Houve pequenas saídas na rede Ethereum, de 800 mil dólares. Investidores fizeram apostas recordes em posições vendidas sobre produtos atrelados ao Ethereum, da ordem também de 14 milhões de dólares.

Os dados indicam que uma série de outras "altcoins" também viram saídas de capital de investidores, principalmente Solana, XRP, Binance e Polygon.