Investigação da BBC revela tortura e abusos em escolas islâmicas no Sudão

Uma investigação do serviço árabe da BBC descobriu abusos sistemáticos dentro de escolas islâmicas no Sudão, com meninos de cinco anos de idade acorrentados e espancados pelos "xeques" — os religiosos encarregados das escolas. A investigação também encontrou evidências de abuso sexual. Por 18 meses, o repórter Fateh Al-Rahman Al-Hamdani filmou em 23 escolas em todo o país. Ele testemunhou espancamentos brutais rotineiros, além de registrar meninos acorrentados.