Investigado por atos antidemocráticos, Zé Trovão descumpre STF e divulga vídeo em rede social

Alvo de investigação por suspeita de organizar atos antidemocráticos no ano passado, o líder caminhoneiro Marcos Antônio Pereira Gomes, conhecido como Zé Trovão, driblou a proibição do Supremo Tribunal Federal (STF) que o impedia de fazer publicações em redes sociais e divulgou um vídeo no último final de semana incitando manifestações de caminhoneiros contra aumentos de preços da Petrobras na próxima semana.

Leia também: Moraes dá 24 horas para redes sociais bloquearem perfis do PCO

Leia: Como Zé Trovão entrou no Brasil sem ser preso pela PF

Veja lista: Bolsonaro acumula contradições em três anos e meio de governo

Na gravação, divulgada em seu canal no aplicativo Telegram, ele admite ter conhecimento de que não poderia fazer esse tipo de publicação:

— Estou colocando a minha liberdade em risco aqui — afirmou, logo nos primeiros segundos do vídeo.

Zé Trovão, então, pede aos caminhoneiros que não façam uma paralisação nesta segunda-feira contra o aumento do preço dos combustíveis mas sugere que eles se organizem para um movimento de protesto na próxima semana na frente de refinarias e de prédios da estatal.

Na investigação da qual é alvo, o líder bolsonarista é apontado como organizador de paralisações de caminhoneiros no feriado do 7 de setembro para pressionar o Senado a dar andamento a pedidos de impeachment contra ministros do STF.

Por isso, na ocasião ele teve a prisão decretada pelo ministro do STF Alexandre de Moraes e passou cerca de 40 dias foragido no México. Retornou ao Brasil no fim de outubro e se entregou à Polícia Federal, permanecendo preso até o fim de dezembro, quando obteve autorização para prisão domiciliar.

Apesar do benefício, Zé Trovão está proibido de fazer publicações em redes sociais e de manter contato com outros investigados.

Desde então, ele permaneceu em silêncio. Filiou-se ao PL e prepara o terreno para uma candidatura ao cargo de deputado federal por Santa Catarina. Mas decidiu voltar a se expor no último final de semana.

Procurada para comentar sobre a divulgação do vídeo, a defesa de Zé Trovão disse que não conseguiu contato com ele para falar sobre o assunto.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos