Invista em inovação, e isso não significa tecnologia, diz João Appolinário, da Polishop

·1 min de leitura

“Inovação é questionar aquilo que já existe”, falou o CEO da Polishop/ Para Appolinário, um bom investimento pode ser feito a partir do momento em que se pode imaginar outra situação (melhor para produtores e consumidores) para um determinado ramo da economia.

Leia também:

“Quando criei a Polishop, eu reparei bastante nos produtos que o varejo da época oferecia e como ele funcionava. Era tudo muito linear. Hoje, o consumidor no digital tem outra jornada”, explica.

“A partir daí, você consegue investir em setores que não têm nada de inovador, que é o caso do varejo”, disse o empresário.

Começo da carreira de Appolinário

Appolinário lembrou que quando começou a fazer comerciais informativos na TV foi bastante criticado e hoje as lives comerciais são um sucesso. “Tem outro formato, mas é a mesma coisa”, explicou.

Para o empresário, o digital e o ponto físico são complementares. “Os canais não concorrem entre si. Essa sempre foi minha teoria”, pontuou. Para ele, o caminho sempre deverá ser o benefício máximo ao consumidor, com integração total entre as cadeias de produção.

Transparência no pitch

“Ninguém precisa entender de tudo. É necessário ter uma equipe com talentos variados para te ajudar no dia a dia da empresa”, falou o investidor.

“O grande papel do CEO é o mesmo de um maestro: saber buscar os talentos e que eles possam conviver em harmonia”.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos