iOS 14 | 4 dicas e recursos do Google para o seu iPhone

Diego Sousa
·3 minuto de leitura

O iPhone 12 e o iPhone 12 Pro começaram suas vendas oficiais na última sexta-feira (23) e o Google — ele mesmo, o dono do Android — listou uma série de funções caseiras que os consumidores poderão fazer com os novos smartphones da Apple ou com um iPhone compatível com o iOS 14. Os recursos tiram proveito dos widgets, agora disponíveis no sistema da Maça, além do relógio inteligente Apple Watch.

Como adicionar os widgets do Google no iPhone

Já disponíveis em smartphones com Android há alguns anos, os widgets chegaram ao iOS e permitem acessar rapidamente recursos do iPhone e de outros serviços através da tela inicial. Se você possui o app Fotos, do Google, saiba que é possível visualizar suas principais memórias sem precisar abrir nenhuma aplicação.

Widget do Google Fotos na tela inicial do seu iPhone? É possível (Foto: Divulgação/Google)
Widget do Google Fotos na tela inicial do seu iPhone? É possível (Foto: Divulgação/Google)

Além do Fotos, o Google conta com o widget de pesquisa, que permite usar o recurso de voz para pesquisar músicas e o recurso Lens para acessar informações extras de objetos. A partir desta quinta-feira (22), os usuários de iPhones com iOS 14 também poderão adicionar o widget do YouTube Music, trazendo acesso rápido às canções tocadas recentemente.

Passo 1: com o widget do Google e os aplicativos Google, YouTube Music e Fotos instalados, toque e mantenha pressionado o dedo na tela inicial do iPhone até os ícones começarem a tremer;

Passo 2: toque no ícone de adição, no canto superior esquerdo, para abrir a galeria de widgets;

Tela inicial do iPhone fica personalizável quando os ícones começam a tremer (Foto: Diego Sousa/Canaltech)
Tela inicial do iPhone fica personalizável quando os ícones começam a tremer (Foto: Diego Sousa/Canaltech)

Passo 3: procure pelo widget do Google para adicioná-lo à sua tela inicial;

Basta pesquisar por "Google" para os widgets relacionados aparecerem (Foto: Diego Sousa/Canaltech)
Basta pesquisar por "Google" para os widgets relacionados aparecerem (Foto: Diego Sousa/Canaltech)

Passo 4: clique em Adicionar Widget;

Ao encontrar o widget, adicione-o à tela incial (Foto: Diego Sousa/Canaltech)
Ao encontrar o widget, adicione-o à tela incial (Foto: Diego Sousa/Canaltech)

Passo 5: redimensione o widget na sua tela inicial. Quando finalizar, basta clicar em "OK".

Quando finalizar, clique em "OK" (Foto: Diego Sousa/Canaltech)
Quando finalizar, clique em "OK" (Foto: Diego Sousa/Canaltech)

Mapas e YouTube Music no Apple Watch

O Apple Watch é o principal companheiro de um iPhone, garantindo acesso a alguns recursos do celular diretamente no seu pulso. Se você usa o app do Google Maps, saiba que ele tem uma versão para o relógio inteligente que presta informações de rotas e direções rapidamente, levando você de um lugar ao outro em segurança e sem a necessidade de desbloquear o celular.

Google Maps no Apple Watch (Foto: Divulgação/Google)
Google Maps no Apple Watch (Foto: Divulgação/Google)

O Google também enfatizou a existência do app do YouTube Music para o Apple Watch, que permite customizar o mostrador com funções essenciais do serviço, como pausar, reproduzir e pular faixas, além de recomendar novas músicas baseadas nas suas preferências.

Curiosamente, o aplicativo do YouTube Music chegou primeiro ao watchOS, não ao WearOS, o sistema do próprio Google para smartwatches. Vale lembrar que é preciso ser assinante da plataforma para usá-lo no relógio, além de ter ao menos a terceira geração do dispositivo rodando o watchOS 6 ou superior.

Para baixá-lo em seu Apple Watch, clique aqui.

Novo app do YouTube Music para o Apple Watch (Foto: Divulgação/Google)
Novo app do YouTube Music para o Apple Watch (Foto: Divulgação/Google)

Gmail e Google Chrome como apps padrão do sistema

Uma das principais novidades do iOS 14 foi a possibilidade de definir outros provedores de e-mail e navegadores como padrão no iPhone, uma vez que a empresa nunca ofereceu essa opção de forma oficial desde o lançamento do primeiro iPhone, em 2007.

Agora, quem tem iPhone e não curte o Safari ou o Mail pode definir o navegador do Google ou o Gmail como padrão do sistema ao acessar um link em redes sociais, agregadores de notícias e e-mails. Confira abaixo como definir:

Privacidade no Google Drive

Por fim, o Google destacou a função "Privacy Screen" do Google Drive. Toda vez que você abri-lo em seu iPhone, o sistema vai solicitar o desbloqueio facial Face ID ou Touch iD para permitir a visualizar do aplicativo. A ideia é dificultar o acesso de outras pessoas aos seus arquivos confidenciais.

Para baixar o Google Drive no iPhone ou iPad, clique aqui.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: