Ipec em São Paulo: Com empate técnico, Tarcísio tem 46%, e Haddad, 43%

Pesquisa do Ipec, divulgada nesta terça-feira (25), apontou empate técnico na corrida ao governo de São Paulo. (Foto: Editoria de Arte/Yahoo Notícias)
Pesquisa do Ipec, divulgada nesta terça-feira (25), apontou empate técnico na corrida ao governo de São Paulo. (Foto: Editoria de Arte/Yahoo Notícias)

Pesquisa do Ipec, divulgada nesta terça-feira (25), apontou empate técnico na corrida ao governo de São Paulo. Candidato pelo Republicanos, Tarcísio de Freitas aparece com 46% das intenções de voto, enquanto Fernando Haddad (PT) tem 43%. Os dois estão empatados no limite da margem de erro, que é de três pontos percentuais.

Foram ouvidas 2.000 pessoas entre os dias 23 e 25 de outubro em 83 municípios paulistas. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número SP-06977/2022.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

No levantamento anterior, realizado há duas semanas, o bolsonarista tinha 46%, e o petista, 41%. A diferença entre eles, portanto, oscilou de cinco para três pontos percentuais, ficando agora dentro da margem de erro de dois pontos, para mais ou para menos, considerando o índice de confiança de 95%.

Os que pretendem votar em branco ou anular no próximo dia 30 passaram de 9% para 7%, e os que ainda não decidiram seu voto se mantiveram em 4%.

Foram ouvidas 2.000 pessoas entre os dias 23 e 25 de outubro em 83 municípios paulistas. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número SP-06977/2022.

Na última quarta (19), sondagem do Datafolha apontou Tarcísio com 49% das intenções de voto e Haddad com 40% — além de 8% de brancos e nulos e 3% de indecisos. Contando apenas os válidos, o primeiro tinha 55% e o segundo, 45%.

As pesquisas eleitorais são um retrato da intenção dos eleitores no momento em que as entrevistas são feitas, e não uma projeção do resultado eleitoral, que só será conhecido no dia do pleito, com a apuração oficial.

Até o instante de apertar o botão na urna, muitas variáveis podem fazer com que as pessoas mudem de posição. Para fazer uma análise mais ampla do cenário eleitoral, o eleitor deve levar em conta o conjunto de questões que os levantamentos abordam.

No primeiro turno, as principais pesquisas mostravam Haddad na liderança, mas ele acabou atrás do adversário, num placar de 42,32% a 35,70% dos votos válidos. O segundo turno da eleição será realizado no próximo domingo (30).

Qual a data do segundo turno das Eleições 2022?

O segundo turno será disputado no dia 30 de outubro, último domingo do mês. Assim como no primeiro turno, o horário em que os colégios eleitorais estarão abertos para receber os eleitores será das 8h às 17h no horário de Brasília. Locais com fuso diferentes do da capital deverão adaptar seus horários para que o encerramento em todo o país seja simultâneo.

Quais cargos serão votados no segundo turno das Eleições 2022?

Em estados nos quais houver necessidade, haverá disputa para governador. Todos os estados e o Distrito Federal votarão para presidente da República.

Veja a ordem de escolha na urna eletrônica no segundo turno das Eleições 2022

  1. Governador (dois dígitos)

  2. Presidente da República (dois dígitos)

Presidente: qual a função que esse cargo exerce?

O presidente da República exerce a função de chefe do poder Executivo e de chefe do Estado (autoridade máxima) de forma simultânea em uma nação cujo sistema de governo é denominado presidencialismo.

Como chefe do poder Executivo, o presidente é responsável pelas ações e decisões cotidianas da política brasileira.

Por exemplo: como criar políticas públicas e programas governamentais, como gerir a administração federal, sugerir novas leis, dentre outras atividades. Já como chefe de Estado, o presidente é o representante máximo do país que o elegeu perante o mundo.

Pesquisas eleitorais, como saber em quais posso confiar?

Em meio a essa diversidade de levantamentos existentes no Brasil, muitos eleitores não sabem em quais resultados acreditar.

No primeiro dia do ano passou a ser obrigatório (leia a resolução clicando aqui)o registro junto à Justiça Eleitoral de qualquer pesquisa pública relacionada às eleições para presidente e governador. Porém, se uma pesquisa está registrada não necessariamente significa que ela será confiável, isso porque não há nenhum tipo de fiscalização prévia sobre a metodologia desses levantamentos.

Atualmente, a confiabilidade das pesquisas é garantida no Brasil por meio da transparência. São algumas das informações que devem ser cadastradas junto à Justiça Eleitoral, tornando as pesquisas passíveis de contestação, caso qualquer irregularidade seja encontrada posteriormente:

  • Nome do contratante

  • Valor cobrado pela pesquisa

  • Origem dos recursos investidos

  • Metodologia

  • Período de realização

  • Sistema de fiscalização da coleta de dados

  • Tipo de questionário aplicado

Para identificar os atributos que mais merecem atenção nas pesquisas eleitorais, a reportagem do Yahoo! Notícias conversou com alguns especialistas no assunto e separou uma lista com os pontos mais importantes, confira aqui.