Ipespe: Lula lidera com 45%, contra 34% de Bolsonaro

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Na pesquisa Ipespe, Lula manteve vantagem de 10 pontos em relação a Jair Bolsonaro, segundo colocado (Fotomontagem: Yahoo Notícias/Douglas Magno - AFP via Getty Images/ REUTERS - Adriano Machado)
Na pesquisa Ipespe, Lula manteve vantagem de 10 pontos em relação a Jair Bolsonaro, segundo colocado (Fotomontagem: Yahoo Notícias/Douglas Magno - AFP via Getty Images/ REUTERS - Adriano Machado)

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) manteve a vantagem de 11 pontos percentuais sob o presidente Jair Bolsonaro (PL), segundo nova pesquisa Ipespe, divulgada nesta sexta-feira (3).

Tanto o petista quanto Bolsonaro mantiveram o mesmo índice: 45% para Lula e 34% para o atual presidente. Ciro Gomes teve variação positiva, mas ainda dentro da margem de erro, e Simone Tebet se manteve estável.

O levantamento foi feito entre 30 de maio e 1º de junho e foram ouvidas mil pessoas, por meio de entrevistas por telefone. A margem de erro é de 3,2 pontos percentuais. A pesquisa foi protocolada no TSE sob o registro BR-02893/2022. Esse é o primeiro levantamento feito pelo Ipespe sem João Doria.

Veja o resultado da pesquisa estimulada:

  • Lula (PT): 45%

  • Bolsonaro (PL): 34%

  • Ciro Gomes (PDT): 9%

  • Simone Tebet (MDB): 3%

  • André Janones (Avante): 1%

  • Vera Lúcia (PSTU): 1%

  • Pablo Marçal (PROS): 1%

  • Nenhum/não iria votar/branco/nulo: 5%

  • Não sabe/não respondeu: 2%

Leonardo Péricles (UC) e Luciano Bivar (União Brasil) não pontuaram.

Na pesquisa espontânea, quando não são apresentados os nomes dos candidatos, tanto Lula quanto Bolsonaro tiveram oscilação negativa de um ponto, mantendo a distância de dez pontos percentuais, com vantagem para o petista. Sem apresentar as opções, Ciro Gomes é citado por 5%, enquanto 1% falaram que votarão em Tebet e outros 1% em Janones. Os outros candidatos não pontuaram.

Segundo turno

Em um eventual segundo turno, Lula venceria Bolsonaro por 53% a 35%, sem variação. Contra Ciro, a vantagem do petista seria de 54% contra 26%, enquanto o confronto contra Tebet teria o resultado de 56% a 20%.

Ciro Gomes venceria Bolsonaro por 45% contra 40%, mas o resultado está dentro da margem de erro, sendo, então, um empate técnico. Também há paridade entre Bolsonaro e Simone Tebet, com vantagem para o atual presidente: 41% contra 37%.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos