IPVA de 2022 pode ficar 30% mais caro

·2 minuto de leitura
salvador, bahia, brazil - july 20, 2021: movement of vehicles in congestion in the city of Salvador.
salvador, bahia, brazil - july 20, 2021: movement of vehicles in congestion in the city of Salvador.
  • IPVA em 2022 pode ficar até 30% mais caro 

  • Motivo é a alta nos preços dos carros usados

  • Levantamento foi realizado pela Exame Invest e usou a tabela Fipe como base

Quem tem veículo próprio pode sofrer com mais uma alta: o preço do IPVA em 2022. Apesar da alíquota se manter a mesma do ano passado, os preços dos carros usados subiram desde o começo da pandemia e podem encarecer o imposto.

As informações são da Exame Invest, responsável pelo levantamento. Segundo o portal, pode haver um aumento de mais de 30% no que foi pago de IPVA em janeiro de 2021 e o que será pago em janeiro de 2022.

Leia também:

Um dos carros que mais sofrerão com a alta é o Chevrolet Onix. Segundo as estimativas, os donos do modelo terão que desembolsar um valor 31% maior. 

Por conta do alto volume de troca, os carros mais procurados são os que menos encararão os valores salgados. Em contrapartida, picapes e SUVs, que são mais caras e menos negociadas, podem arcar com uma diferença de preço maior.

Para realizar o levantamento, a Exame Invest usou a tabela Fipe como base e uma alíquota de 4%, válida em estados como São Paulo e Rio de Janeiro.

Preço de carros usados sobe mais de 20%

Devido à falta de automóveis novos no mercado, modelos como Volkswagen T-Cross e Gol tiveram valorização de 27% e 24%, respectivamente, em um ano. Isso significa que a venda de um carro usado ao longo de um ano pode ser feita por preços maiores do que os pagos no momento da compra.

Além disso, a procura por modelos de segunda mão disparou. Somente até agosto deste ano, foram mais de 7,59 milhões de veículos vendidos, número 6,6% superior ao de 2019, ano com o melhor registro da história.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos