Irã alerta EUA e Israel de vingança após ataque contra desfile militar

Por Bozorgmehr Sharafedin
Vice-chefe da Guarda Revolucionária do Irã, Hossein Salami, durante evento em Teerã 16/07/2010 REUTERS/Morteza Nikoubazl

Por Bozorgmehr Sharafedin

LONDRES (Reuters) - O vice-chefe da Guarda Revolucionária do Irã, Hossein Salami, disse, nesta segunda-feira, que líderes norte-americanos e israelenses devem esperar uma resposta "devastadora" de Teerã, os acusando de envolvimento com um ataque contra um desfile militar na cidade de Ahvaz no sábado.

"Vocês já viram nossa vingança antes... Vocês verão que nossa resposta será arrasadora e devastadora e vocês se arrependerão do que fizeram", disse Salami durante funeral das vítimas do ataque, transmitido ao vivo na televisão estatal.

No sábado, quatro atiradores dispararam contra um desfile militar na cidade de Ahvaz, onde autoridades iranianas haviam se reunido para assistir a um evento anual que marca o início da guerra de 1980-88 do Irã contra o Iraque.

Ao menos 25 pessoas morreram, incluindo 12 membros da Guarda Revolucionária.