Irã alerta Ocidente sobre ação na AIEA; EUA dizem que tempo para acordo está se esgotando

·1 minuto de leitura
Bandeira do Irã do lado de fora da sede da Agência Internacioal de Energia Atômica em Viena

Por Humeyra Pamuk

BASE AÉREA DE RAMSTEIN, Alemanha (Reuters) - O presidente do Irã, Ebrahim Raisi, alertou países ocidentais nesta quarta-feira para que não repreendam o país na Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) depois que o relatório mais recente da entidade criticou Teerã, e o principal diplomata dos Estados Unidos disse que o tempo para retomar um acordo nuclear com potências mundiais está acabando.

A AIEA disse em relatórios a países-membros analisados pela Reuters na terça-feira que não houve progresso em duas questões centrais: explicar os resquícios de urânio encontrados em vários locais antigos e não declarados pelo Irã e obter acesso urgente a alguns equipamentos de monitoramento para que a AIEA possa continuar a se manter a par do programa nuclear iraniano.

"No caso de uma abordagem contraproducente na AIEA, não faria sentido esperar que o Irã reaja construtivamente. Medidas contraproducentes também são naturalmente desestabilizadoras para o caminho da negociação", disse Raisi em uma conversa telefônica com o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, de acordo com a mídia estatal iraniana.

A crítica de terça-feira da AIEA significa que os EUA e seus aliados europeus agora precisam decidir se pressionam por uma resolução na reunião de 35 nações do Conselho de Governadores da AIEA na semana que vem para fazer o Irã ceder.

Conversas indiretas entre o governo do presidente norte-americano, Joe Biden, e o Irã sobre como os dois países podem voltar a cumprir o acordo não foram retomadas desde que Raisi tomou posse em 5 de agosto.

(Reportagem Redação Dubai e John Irish, em Paris)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos