Irã anuncia detenção de 8 suspeitos de vínculos com a CIA

O líder supremo do Irã, o aiatolá Ali Khamenei, disse que o país anulou "uma trama muito perigosa" após as violentas manifestações

O Irã prendeu oito pessoas suspeitas de vínculos com a CIA, a Agência Central de Inteligência dos Estados Unidos, durante os protestos organizados após o aumento do preço da gasolina, anunciou a agência de notícias oficial IRNA.

"Alguns elementos que tentaram obter informações sobre os recentes distúrbios e enviá-las para fora do país foram identificados e detidos", informou a IRNA, que citou como fonte o diretor geral do departamento de contraespionagem do ministério da Inteligência e Segurança Nacional (VEVAK).