Irã cogita reunião em assembleia da ONU sobre retomada de acordo nuclear

Bandeira iraniana em Viena

DUBAI (Reuters) - O Irã não descarta a possibilidade de uma reunião à margem da Assembleia Geral anual da ONU em Nova York sobre a retomada do acordo nuclear de 2015 com potências mundiais, disse o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores Nasser Kanaani nesta segunda-feira.

Meses de negociações indiretas entre o Irã e os Estados Unidos fracassaram devido a várias questões, incluindo a insistência de Teerã de que a Agência Internacional de Energia Atômica encerre sua investigação sobre vestígios de urânio encontrados em três locais não declarados e uma garantia dos EUA de que não deixaria qualquer acordo nuclear novamente.

"Ali Bagheri Kani, o principal negociador nuclear, estará presente na... Assembleia Geral como parte da delegação, mas não há um plano específico para discutir o acordo nuclear. No entanto, não descarto a possibilidade de negociações sobre o acordo nuclear", disse Kanaani.

Ele afirmou que Teerã nunca saiu da mesa de negociações.

Kanaani, porém, descartou a possibilidade de um encontro bilateral entre autoridades iranianas e norte-americanas em Nova York. Teerã e Washington não mantêm relações diplomáticas desde 1979 e permanecem em desacordo sobre muitas questões.

(Reportagem Redação de Dubai)