Irã cogitou bomba nuclear durante guerra com Iraque nos anos 1980, diz ex-presidente

Ex-presidente do Irã aiatolá Akbar Hashemi Rafsanjani durante encontro em Teerã. 08/03/2011 REUTERS/Raheb Homavandi
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Por Sam Wilkin DUBAI (Reuters) - O Irã considerou buscar poder de dissuasão nuclear quando começou seu programa nuclear nos anos 1980 durante uma guerra de oito anos com o Iraque, disse um ex-presidente do país, segundo uma revista iraniana. Os comentários do aiatolá Akbar Hashemi Rafsanjani acontecem em um momento sensível, à medida que o Irã implementa um acordo alcançado com potências mundiais, em julho, com o objetivo de restringir o programa nuclear iraniano e diminuir temores do Ocidente de que o país possa montar uma bomba atômica. A Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), agência de fiscalização nuclear da ONU, está investigando se o programa nuclear iraniano já teve uso militar. Um relatório está programado para ser divulgado em 15 de dezembro. Durante as negociações, o Irã insistiu que o programa possui apenas propósitos pacíficos. Em entrevista à revista iraniana Esperança Nuclear neta semana, Rafsanjani sugeriu que autoridades pensaram sobre uma capacidade de dissuasão quando o programa nuclear foi iniciado, mas a ação não foi concretizada. "Quando começamos, estávamos em guerra e buscamos ter a possibilidade para o dia que o inimigo pudesse usar uma arma nuclear. Este era o pensamento. Mas nunca se tornou real", disse Rafsanjani na entrevista, reproduzida pela agência de notícias estatal Irna na terça-feira. Rafsanjani também disse que viajou ao Paquistão para tentar se encontrar com Abdul Qadeer Khan, criador do programa de armas nucleares do Paquistão e que posteriormente ajudou a Coreia do Norte a desenvolver uma bomba, mas não se encontrou com ele.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos