Irã quer garantia de permanência dos EUA em acordo nuclear se ele for retomado

·1 min de leitura
Bandeira do Irã em Viena

DUBAI (Reuters) - O Irã disse nesta segunda-feira que os Estados Unidos deveriam oferecer garantias de que não voltarão a abandonar o acordo nuclear firmado entre Teerã e potências mundiais em 2015 se as negociações para reativá-lo tiverem sucesso.

Conversas indiretas entre Irã e EUA, que chegaram a um impasse em junho depois da eleição do presidente iraniano linha-dura Ebrahim Raisi, devem ser retomadas no dia 29 de novembro em Viena para se encontrar maneiras de ressuscitar o acordo.

O ex-presidente norte-americano Donald Trump retirou seu país do pacto três anos atrás e retomou sanções contra o Irã.

Ecoando a posição oficial, o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores iraniano, Saeed Khatibzadeh, disse que os EUA precisam suspender todas as sanções contra seu país por meio de um processo verificável e "reconhecer seu erro ao descartar o pacto".

Khatibzadeh disse que Ali Bagheri-Kani, o principal negociador nuclear do Irã, viajará nesta semana como vice-ministro das Relações Exteriores para Assuntos Políticos para as capitais de três países europeus signatários do acordo nuclear.

(Da redação de Dubai)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos