Irão vai começar a julgar em público mil detidos na vaga de protestos

O chefe do poder judicial iraniano diz que os julgamentos serão realizados "com rapidez e precisão"