IR 2021: Parcelamento do imposto a pagar é uma opção para equilibrar as contas. Veja como fazer

·2 minuto de leitura

RIO - O prazo para preencher e enviar a declaração do Imposto de Renda 2021, ano-base 2020, vai até o dia 31 de maio. Até sexta-feira, mais de 12 milhões de pessoas ainda não tinham feito isso.

Quem sai da prestação de contas com imposto a pagar e não está com o bolso preparado para se livrar da dívida de uma vez tem uma opção de parcelamento.

O programa permite ao contribuinte amenizar o impacto no orçamento familiar parcelando o valor em até oito prestações. Mas é preciso ficar atento sobre a incidência de juros.

Tire suas dúvidas:

Quais as condições para parcelar o IR 2021?

A primeira coisa que o contribuinte deve saber é se o valor do seu imposto a pagar se encaixa nas condições de parcelamento.

É possível parcelar o imposto cujo valor é superior a R$ 100. O imposto pode ser parcelado em até oito prestações, sendo cada uma de pelo menos R$ 50.

Como é feito o pagamento das prestações?

O parcelamento é automático e pode ser debitado diretamente da conta do contribuinte por meio de instituições financeiras conveniadas à Receita.

O valor muda?

Quem optar pelo parcelamento vai pagar um pouco a mais. A partir da segunda parcela há incidência de juro de 1% sobre o valor de cada prestação, acrescida da variação da taxa Selic a partir do dia 1º de junho até a data de vencimento da parcela.

Vale lembrar que atualmente a Selic está em 3,5% ao ano. Por isso, quem escolher pagar parcelado terá que arcar com um valor diferente a cada mês, corrigido por essa que é a taxa básica de juros do país.

Como pedir o parcelamento na declaração?

Veja o passo a passo indicado pela Receita:

Na ficha "Cálculo do Imposto", vá até o quadro do lado direito do "Imposto a pagar".Acesse a aba "parcelamento".Selecione o número de parcelas que deseja fazer, lembrando que o mínimo deve ser de R$ 50.Marque a bolinha ao lado de "débito automático" a partir da 2ª cota.Em seguida, acesse a categoria "Informações bancárias" e informe o nome da instituição financeira, agência e conta com dígito (DV) onde o débito automático do imposto será feito. A conta precisa ser do titular da declaração.

Ferramenta on-line tira dúvidas

O GLOBO lançou uma ferramenta on-line (um chatbot) com respostas para as perguntas mais comuns sobre Imposto de Renda.

Outros tutoriais e reportagens sobre o tema podem ser encontrados no ambiente especial do site do GLOBO: oglobo.com.br/economia/imposto-de-renda.

O GLOBO também oferece um serviço de tira-dúvidas. Perguntas podem ser enviadas para o e-mail IR2021@oglobo.com.br e serão respondidas por especialistas da área de Imposto de Renda da EY, em entrevistas semanais ao vivo nas páginas do GLOBO no YouTube, no Facebook e no LinkedIn. As 'lives' serão sempre às terças-feiras, às 19h.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos