Iraquianos invadem parlamento pela segunda vez

Iraquianos invadem parlamento pela segunda vez

Centenas de manifestantes no Iraque voltaram a invadir o parlamento. É a segunda vez em apenas uma semana.

Os manifestantes contra a escolha de Mohammed al-Sudani para primeiro-ministro. A polícia usou gás lacrimogéneo para conter os tumultos, sem grande efeito.

Há registo de vários feridos durante os confrontos. Os protestos começaram depois de Muqtada al-Sadr, líder do partido que mais votos conseguiu nas últimas eleições, ter desistido do cargo depois de não conseguir fazer governo com os outros partidos.

A saída de al-Sadr abriu caminho para a nomeação de al-Sudani para chefe de governo, apoiado por partidos pró-Irão.

Descontentes, os apoiantes de al-Sadr saíram à rua em protestos, os quais estão cada vez mais intensos. Pedem o regresso ao poder de um partido nacionalista que não seja pró-iraniano

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos