Lavrov diz que expulsão diplomatas se deve à chantagem e pressão dos EUA

Moscou, 27 mar (EFE).- O ministro de Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov, disse nesta terça-feira que a expulsão em massa de diplomatas russos de países ocidentais se deve à "pressão e à chantagem colossal" por parte dos Estados Unidos.

"Sabemos com toda certeza que é o resultado de uma pressão colossal, uma chantagem colossal, que agora infelizmente é o principal instrumento de Washington na cena internacional", afirmou Lavrov no Uzbequistão, onde participa de uma conferência sobre o Afeganistão, segundo informam os veículos de imprensa russos.

O chanceler russo acrescentou que na Europa restam poucos "países independentes" e assegurou que a Rússia responderá às medidas adotadas contra sua diplomacia em relação com o caso do envenenamento do ex-espião Sergei Skripal e sua filha em Salisbury (sul da Inglaterra). EFE