Irmão de Bolsonaro é figura ilustre no interior de São Paulo por atuação junto ao governo

·1 min de leitura

O capitão da reserva Renato Antônio Bolsonaro se tornou uma figura ilustre na Baixada Santista e no Vale do Ribeira, região Sul do estado de São Paulo, desde que o irmão, Jair Bolsonaro, assumiu a Presidência da República.

Além de pedir verbas federais para Miracatu, cidade onde é chefe de gabinete da prefeitura, Renato também atua como um intermediário informal dos interesses da região junto ao Palácio do Planalto. Um dos pleitos mais recentes foi a liberação da circulação de cruzeiros marítimos, que estava suspensa por causa da pandemia e costuma movimentar a economia da região.

Para resolver a questão, entraram em cena Renato e seu amigo de longa data, o assessor especial da Presidência Mosart Aragão. A dupla foi tratar do pleito diretamente com o ministro do Turismo, Gilson Machado, segundo descreveu o próprio Aragão em entrevista a uma rádio de Jaboticabal, no interior de São Paulo, em novembro do ano passado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos