Irmão de Daniel Alves diz que família tem dificuldade para trocar advogado do jogador

Irmão de Daniel Alves, Ney Alves afirmou, neste domingo, que a família está enfrentando dificuldades para trocar o advogado do jogador. O atleta está preso na penitenciária de Brians I, perto de Barcelona, na Espanha, desde o último dia 20, acusado de violência sexual contra uma mulher de 23 anos.

Investigação apura o caso: Mãe adormece durante amamentação e bebê morre sufocado em Roma

'BBB 23': Tadeu Schmidt alerta participantes sobre relacionamento abusivo devido a atitudes de Gabriel com Bruna

"Desde que chegou a notícia para a gente nós estamos tentando viabilizar a ida do meu irmão, o Junior, e da minha mãe ", disse Ney em entrevista ao "Domingo Espetacular", da TV Record.

Segundo ele, a família fez um pedido para trocar o advogado de defesa por um especialista criminal. Mas a equipe de Daniel Alves não permitiu, afirmou Ney:

"Nós já sabíamos que a advogada que cuida das coisas do meu irmão na Espanha é conduzida pela ex-esposa dele (Dinorah Santana) e que ela não é criminalista. De imediato a gente contatou alguns amigos e conseguimos contratar um dos melhores advogados criminalistas de lá da Espanha. Até então a gente está com dificuldade de colocar o doutor Andrés no caso".

Ney disse ainda que o advogado espanhol estaria sendo impedido de falar com Daniel na prisão.

"Eu encaminhei uma autorização para o doutor Andrés, que saiu de Madri e foi até a penitenciária onde meu irmão está detido. E lá na penitenciária o doutor foi informado que a advogada do Daniel e da Dinorah, que está conduzindo toda a situação, informou ao doutor que o Daniel não quer falar com ninguém a não ser a advogada e a Dinorah. Notícia essa que a gente já em a certeza que não é verídica", afirmou.

O assessor de imprensa do jogador, Acaz Felleger, enviou uma mensagem à reportagem do Domingo Espetacular informando que "o irmão do Daniel não fala com ele há alguns anos. Ele não tem gerência sobre as decisões".