Irmão do ex-presidente argelino acusado de "conspiração" é absolvido

Said Bouteflika, irmão e ex-assessor do deposto presidente argelino Abdelaziz Bouteflika, em 19 de maio de 2012 na Argélia

Um tribunal de apelação militar argelino absolveu Said Buteflika, irmão e ex-conselheiro do presidente deposto, Abdelaziz, e seus três corréus, que haviam sido condenados a 15 anos de prisão por "conspirar" contra o exército e o estado.

Após esta decisão surpresa, Said Buteflika será transferido para outra prisão, enquanto aguarda seu julgamento por outros casos relacionados à corrupção durante os 20 anos de seu irmão no poder(1999-2019), de acordo com uma fonte judicial. Até agora ele está detido em uma prisão militar.

ad-agr/tp/bc/age/jc