Irmão de Giovanna Ewbank apoia sobrinhos após racismo: 'Um problema branco'

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
*ARQUIVO* SAO PAULO/SP-BRASIL, 07/02/2018 - Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank na Pre-estreia de  Cinquenta Tons de Liberdade no JK Iguatemi. (Foto: Zanone Fraissat/Folhapress)
*ARQUIVO* SAO PAULO/SP-BRASIL, 07/02/2018 - Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank na Pre-estreia de Cinquenta Tons de Liberdade no JK Iguatemi. (Foto: Zanone Fraissat/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O artista Gian Luca Ewbank, 32, irmão da atriz Giovanna Ewbank, 35, compartilhou um texto em seu Instagram nesta segunda-feira (1º) sobre o ataque racista sofrido pelos sobrinhos Titi e Bless, enquanto a família estava em um restaurante em Portugal.

"A sociedade coloca o fardo do racismo nas costas de pretos e indígenas. É como se eles que tivessem que ensinar, explicar e resolver o crime criado por nós. A verdade é que o racismo é um problema nosso, um problema branco", escreveu.

Ele continua dizendo que o problema é dos "nossos ancestrais e da terrível história que insistimos em ignorar", e que muitos ainda glorificam as colonizações. "O fato é que o racismo vive e é intrínseco ao branco. É nossa responsabilidade. Já passou da hora de resolver o inexplicável. É o mínimo."

"Temos a obrigação de aprender, mudar e ensinar. Seja na palavra, no cuspe ou no tapa. Sempre bom lembrar: 'Em uma sociedade racista, não basta não ser racista. É necessário ser antirracista'", finalizou o artista citando a escritora Angela Davis.

No sábado (30), os filhos do casal, Titi e Bless, foram ofendidos por uma frequentadora do estabelecimento localizado em uma praia. A mulher teria chamado as crianças de "pretos imundos" e dito que eles e outra família de negros que estavam no lugar deveriam voltar para a África.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos