Irmão se despede de jovem que morreu após passar mal durante festa em SP: 'Obrigado pelo tempo que esteve conosco'

·2 minuto de leitura

RIO - Irmão da jovem que morreu após passar mal durante uma despedida de solteira, Francisco Alberto Gomes Vieira, de 42 anos, se despediu da jovem ainda na madrugada de domingo. Marina Gomes Vieira, morreu inesperadamente aos 31 anos na cidade de Guaraulhos, na Grande São Paulo.

Minas Gerais: Vaca fica presa em telhado de casa e é socorrida por bombeiros

"Minha irmã linda, sua partida nos deixa todos sem chão. Obrigado pela tempo que esteve conosco. Te amaremos para sempre", escreveu o rapaz, que não quer dar entrevistas, num post em rede social.

Em outra publicação, ele também escreveu: "Minha irmã, ainda não acredito na sua partida. Te amaremos eternamente".

Marina começou a se sentir mal depois de tomar uma cerveja e de uma rodada de tequila, no Armazém Maya. Pouco depois, ela relatou para os amigos que não estava passando bem. Algumas pessoas do público filmaram a vítima sendo socorrida e reclamaram que a banda sequer parou de tocar enquanto ocorria o atendimento.

Em nota, a Secretaria de Saúde de Guarulhos informou que "o Samu Guarulhos foi acionado às 18h08 deste sábado (21). A primeira viatura chegou ao local às 18h32, apenas 23 minutos depois do chamado. Ou seja, dentro do tempo apropriado para o deslocamento da base até o local".

O Samu informou que a equipe médica conseguiu reverter a parada cardiorrespiratória no atendimento. Apesar de desacordada, Marina foi encaminhada ao hospital ainda com vida.

Procurado pelo GLOBO, o estabelecimento informou que não se trata de uma casa de espetáculos, mas de um bar com música ao vivo com capacidade para 400 pessoas. E, portanto, não tem obrigação de manter uma ambulância no local.

O Armazém Maya afirmou ter prestado todo o atendimento e que a banda só tocou nos minutos após o mal súbito sofrido por Marina. De acordo com a empresa, não se sabia da gravidade da situação até aquele momento. Pouco depois, os músicos teriam parado a apresentação e o gerente acionou diretamente o comandante do Corpo de Bombeiros para o envio de equipe médica.

O estabelecimento disse ainda que um garçom que já trabalhou no aeroporto e tem formação em primeiros socorros ofereceu os primeiros atendimentos. O Armazém Maya sustenta, ainda, que Marina saiu com vida do local e os clientes que estavam na despedida de solteiro não foram obrigados a pagar a conta.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos