Rússia afirma que atentado em metrô foi causado por terrorista suicida

Moscou, 4 abr (EFE).- O Comitê de Instrução da Rússia (CIR) informou nesta terça-feira que um terrorista suicida foi o responsável por ativar a bomba que matou 14 pessoas ontem em um vagão do metrô de São Petersburgo.

"A bomba foi ativada por um homem cujos restos mortais foram encontrados no terceiro vagão do trem. Sua identidade foi estabelecida", disse Svetlana Petrenko, porta-voz do CIR, a veículos de imprensa locais.

Anteriormente, o porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov, afirmou que as investigações indicavam que o atentado teria sido cometido por um terrorista suicida, como aconteceu nas ações realizadas em 2010 pelas "viúvas negras" no metrô de Moscou, quando morreram 34 pessoas. EFE