Irmão de Pogba se complica em caso de extorsão

Paul Pogba comemorou a conquista da Copa do Mundo de 2018 com seu irmão Mathias. Foto: Dan Mullan/Getty Images
Paul Pogba comemorou a conquista da Copa do Mundo de 2018 com seu irmão Mathias. Foto: Dan Mullan/Getty Images

Investigadores estão cada vez mais convencidos que Mathias Pogba desempenhou "um papel ativo" na possível extorsão de seu irmão Paul Pogba, jogador da seleção francesa e da Juventus. A notícia foi dada nesta sexta-feira (16) pelo jornal francês Le Parisien.

Detidos pela polícia, juntamente com outros quatro suspeitos, agentes do Gabinete Central de Combate ao Crime Organizado interrogaram Mathias, que consideram um elo com os demais envolvidos, alguns deles amigo de infância de Paul.

Leia também:

A polícia verificou, por exemplo, que Mathias estava no centro de treinamento da Juve, junto com os chantagistas, para pressionar Paul.

Porém, Mathias, que divulgou um vídeo no final de agosto em que ameaçava revelar os assuntos obscuros do irmão, afirmou ter agido dessa forma por pressão de terceiros. No interrogatório, negou qualquer participação na extorsão e no sequestro com arma sofrido pelo irmão mais novo.

O Ministério Público francês anunciou no início deste mês uma investigação sobre acusações de extorsão com arma em uma quadrilha organizada, sequestro temporário por menos de sete dias para facilitar um crime e participação em uma associação criminosa para cometer um crime.

Os primeiros elementos sugerem que pessoas do círculo íntimo de Paul teriam exigido 13 milhões de euros, três deles imediatos, durante um bloqueio em um apartamento com vários homens armados que teria ocorrido em março passado nos arredores de Paris. Os chantagistas teriam exigido essa compensação por terem protegido o jogador por anos.

Pogba teria entregado 100.000 euros e assinado um documento no qual prometia pagar o restante. O assédio ao campeão mundial de 2018 também se estenderia a Turim.

O caso, que abalou o futebol francês menos de dois meses antes da Copa do Mundo no Catar, afetou indiretamente Klylian Mbappé. De acordo com Mathias, 32, seu irmão Paul teria contratado um feiticeiro por anos para lançar um mau-olhado em seu companheiro de equipe francês. Em seus vídeos nas redes sociais, Mathias afirmou ter prova disso sem mostrar.

Paul Pogba, que está se recuperando de uma lesão no joelho, negou isso aos investigadores franceses, enquanto Mbappé afirmou ter falado com Paul e Mathias e disse que preferia ficar com a versão de seu colega de seleção.