Irmãos morrem em explosão quando acendiam churrasqueira em GO

·2 min de leitura
The shadow of a cross from a COVID-19 victim's grave is cast on the ground at the Nossa Senhora Aparecida cemetery in Manaus, Amazonas state, Brazil, on April 29, 2021. - Brazil, with a population of 212,000,000 people, surpassed Thursday the 400,000 deaths due to COVID-19, and is second in number only to the US. (Photo by MICHAEL DANTAS / AFP) (Photo by MICHAEL DANTAS/AFP via Getty Images)
The shadow of a cross from a COVID-19 victim's grave is cast on the ground at the Nossa Senhora Aparecida cemetery in Manaus, Amazonas state, Brazil, on April 29, 2021. - Brazil, with a population of 212,000,000 people, surpassed Thursday the 400,000 deaths due to COVID-19, and is second in number only to the US. (Photo by MICHAEL DANTAS / AFP) (Photo by MICHAEL DANTAS/AFP via Getty Images)
  • Irmãos morreram após churrasqueira explodir durante confraternização familiar

  • O fogo atingiu o galão de álcool, que causou a explosão

  • Outros dois familiares também foram feridos e estão internados, mas sem gravidade

Dois irmãos morreram quando uma churrasqueira explodiu no momento em que era acesa, em Aparecida de Goiânia. O caso aconteceu no último dia 10 de outubro, mas foi noticiado apenas nesta segunda-feira (18) pela TV Anhanguera, afiliada da Globo na região.

Testemunhas explicaram que as vítimas estavam em um encontro familiar quando aconteceu o acidente. Três irmãos e um cunhado tentavam acender a churrasqueira utilizando álcool, mas o galão explodiu no momento em que atearam o fogo.

Os outros dois envolvidos também foram atingidos pela explosão e continuam internados. Segundo familiares, o estado deles não é grave.

Maria de Lourdes Martins Lima, de 62 anos, e Antônio Martins Barbosa, 67, foram encaminhados ao Hospital de Queimaduras de Goiânia após o acidente.

Vítimas foram internadas no Hospital de Queimaduras, mas não resistiram - Foto: Reprodução/Google Maps
Vítimas foram internadas no Hospital de Queimaduras, mas não resistiram - Foto: Reprodução/Google Maps

A mulher permaneceu internada por três dias, mas morreu na quarta-feira (13). Já o irmão ficou seis dias lutando pela vida e teve o óbito confirmado no sábado (16).

Explosão matou três pessoas em Curitiba

Em caso semelhante no início do mês, um acidente doméstico durante uma confraternização entre amigos em Curitiba deixou três mortos. Uma churrasqueira explodiu na sacada de um sobrado no bairro Ganchinho, no dia 2.

As três vítimas fatais tiveram cerca de 90% dos corpos queimados pela explosão. Elas foram socorridas com vida, mas não resistiram aos ferimentos e morreram no hospital.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos