Irregular, Flamengo vira sobre o Altos-PI e abre vantagem na Copa do Brasil

Nem de longe foi um desempenho alinhado às expectativas sobre o Flamengo, mas, neste domingo, no Piauí, o rubro-negro conquistou por linhas tortas uma vitória certa diante do Altos. Fez 2 a 1 pela terceira fase da Copa do Brasil e se pôs em vantagem para o jogo de volta, dia 11, no Maracanã.

Partidas como esta, inevitavelmente pautadas pelo abismo que separa os rivais, trazem para o elo mais forte uma aura de preguiça e parecem um estorvo. O produto desse estado de coisas é um desempenho arrastado e desconexo, reprovado pela torcida em forma de vaias na ida para o intervalo.

Mas se Paulo Sousa ainda buscar naturalizar mecanismos entre os titulares, que entrosamento ofensivo esperar de uma formação sem Everton Ribeiro, Arrascaeta e Gabigol? Como vislumbrar consistência na dupla de volantes formada pelos embrionários Daniel Cabral e Igor Jesus? O que pode fazer Diego Ribas, que até há pouco sequer era usado pelo técnico português mas ontem começou a partida como o camisa 10 que não é mais?

Se tudo isso explica, mas não escusa, a leniência rubro-negra ,resta apegar-se à segura aposta de que, por mais que Paulo Sousa rode seu elenco, jamais será repetida a formação que começou no Piauí.

Com tantos elementos previsíveis, não surpreende que este Flamengo alternativo tenha encontrado um Altos rigorosamente postado no extremo de seu campo defensivo, o que expôs a falta de criatividade carioca, mas também limitou as ocasiões em que os piauienses conseguiram encaixar contra-ataques.

Incluem-se ainda na lista de previsibilidades as lambanças que volta e meia acometem o sistema defensivo do Flamengo. Na mais grave delas, Bruno Henrique afastou mal e, de cortesia, permitiu a Manoel abrir o placar para o time de casa numa conclusão de bicicleta. Pouco depois, porém, o camisa 27 roubou a bola do volante Tibiri e serviu Pedro, que concluiu para empatar.

Mais ligado após as mexidas no placar, o rubro-negro ainda buscou a também previsível vitória a partir de uma cobrança de falta de David Luiz. Quando a bola teimosamente bateu na trave e se recusou a entrar após beijar a linha, sobrou para João Gomes empurrar.

Depois de visitar Curitiba, Santiago e Teresina, o Flamengo vai agora para Córdoba, na Argentina, onde enfrentará o Talleres pela fase de grupos da Libertadores. Como lidera sua chave com 100% de aproveitamento, o rubro-negro pode encerrar a quarta rodada já matematicamente classificado às oitavas de final.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos