Irritado, Ganso propõe rescisão ao Sevilla

Meia não tem ido nem para o banco de reservas com o novo técnico (AP)

Paulo Henrique Ganso se cansou de ficar encostado no Sevilla. Tanto que seu empresário, Giuseppe Dioguardi, apresentou nesta semana aos espanhóis uma proposta de rescisão do contrato, que só termina em junho de 2021. “Fizemos a oferta e estamos aguardando uma resposta”, admite Dioguardi.

Você já viu o novo app do Yahoo Esportes? Baixe agora!

O Blog apurou que Ganso quer parte dos salários a que tem direito nos próximos 40 meses para aceitar a saída. Desde a contratação do técnico Vincenzo Montella, em dezembro, o meia não foi mais relacionado, nem sequer para o banco de reservas – sua última aparição foi em 20 de dezembro, na derrota para a Real Sociedad por 3 a 1.

O Sevilla fez força para negociá-lo na última janela de transferências, que se encerrou em 31 de janeiro. Ganso foi oferecido para Celta e La Coruña, mas o brasileiro se recusou a mudar de clube. Pouco depois da virada do ano, o São Paulo também o consultou, mas ouviu que Ganso estava decidido a continuar no futebol europeu.

O curioso é que a possibilidade de rescisão surge na temporada em que Ganso apresenta seus melhores números desde que foi comprado do São Paulo, por R$ 34 milhões, em 2016. O brasileiro atuou em 11 partidas e marcou quatro gols desde agosto, sendo um deles pela Liga dos Campeões, no empate em 1 a 1 com o Maribor.

Com Ganso em campo, o Sevilla tem quase 73% de aproveitamento dos pontos, com sete vitórias, três empates e só uma derrota. Já sem ele, são nove vitórias, três empates e oito derrotas, com 50% dos pontos conquistados.

Dono de um dos maiores salários do elenco, o meia também tem moral com o torcedor do local. Caso a rescisão seja sacramentada por esses dias, Ganso terá de voltar ao Brasil ou jogar um mercado alternativo caso não queira ficar parado até a metade do ano. É que, neste momento, a janela de transferências nos principais países da Europa está fechada, incluindo a Turquia, de Besiktas e Fenerbahce, que o procuraram recentemente.

Para acessar outras notícias do Blog do Jorge Nicola, clique aqui: