Isabel Teixeira, a Maria Bruaca de 'Pantanal', fala da participação na São Silvestre e revela sonho: 'Trabalhar com Tony Ramos'

Muita gente não sabe, mas a atriz Isabel Teixeira foi uma das centenas de pessoas que participaram da tradicional Corrida de São Silvestre, no fim de 2021, em São Paulo. Nascida na capital paulista e apaixonada pela cidade, a intérprete da Maria Bruaca revela ter vivido ali uma de suas maiores emoções.

"Foi uma das experiências mais lindas de devoção à minha cidade. Que coisa mais linda que é aquela largada na Avenida Paulista. A minha adolescência foi na Paulista, no Masp, a gente morava ali perto da Praça Oswaldo Cruz. Eu atravessava a Paulista andando para ir tomar café, para ver show no vão do Masp. Quando cheguei à Ipiranga com a São João, eu chorei. É uma festa para São Paulo. Que emoção eu senti naquele dia!", diz a atriz em entrevista à "Veja SP".

Outra grande emoção que Isabel quer vivenciar é dividir a cena com quem ela considera ser um dos maiores atores do país.

"Eu me encanto com coisas novas, com grupos, com projetos, sempre escuto e me interesso mesmo. Neste momento eu tenho um sonho que não é em São Paulo. É o de trabalhar com Tony Ramos. Eu cruzei com ele no estúdio (Globo) e falei: 'Gostaria muito de trabalhar com você'. E ele disse: 'Quem sabe a gente não se encontra nos palcos da vida?'. E eu achei bonito e seria lindo trabalhar com ele", conta ela.

Apesar do sucesso que tem feito na novela das nove, Isabel Teixeira diz que ainda não é muito reconhecidas nas ruas. Foi assim quando, recentemente, passeou por São Paulo na companhia de Jesuíta Barbosa, seu colega de elenco:

"Eu não senti ainda esse assédio. Quando a gente voltou do Pantanal, me maquiei, fiz um rabo de cavalo e fui passear no Minhocão com o Jesuíta , e as pessoas não me reconheceram, eu estava de máscara, mas reconheceram ele e só depois me reconheceram. Então a gente sempre era parado por causa dele. E em São Paulo sou muito do bairro, sou santa- cecilier, fico muito à vontade ali. Paro para conversar, tirar foto, eu estou gostando disso, sou dessas. Sou da comunicação, eu gosto do outro, da pessoa. E todo mundo tem uma história para contar. Acho que uma reverência extrema a uma pessoa que faz televisão é algo estranho".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos