Islamitas anunciam que o "sim" ganhou na primeira rodada do referendo

Cairo, 16 dez (EFE).- A Irmandade Muçulmana anunciou hoje a vitória do "sim" na primeira rodada do referendo sobre a nova Constituição, realizado neste sábado, com 99% dos votos apurados, faltando que se divulguem os resultados oficiais.

Segundo um comunicado do braço político da Irmandade, o Partido Liberdade e Justiça (PLJ), o "sim" ganhou em oito das dez províncias nas quais foi realizada consulta popular, enquanto o "não" se impôs em duas, uma delas Cairo.

O "sim" venceu em Alexandria (55,6%), Asiut (76,5%), Sohag (78,8%), Dakahilia (55,1%), Assuã (76,4%), Norte do Sinai (78,3%), Sharqiya (65,9%) e Sul do Sinai (63,9%).

O "não" triunfou na capital com 56,9% dos votos e em Garbiya, com 52,1%.

Na nota, o PLJ louvou a participação dos egípcios na votação, embora não tenha dado números sobre a participação dos eleitores.

Os meios de imprensa estatais começaram a publicar os números oficiais de resultados em algumas circunscrições, embora a Comissão Eleitoral tenha assegurado, a princípio, que não iam ser difundidos até que fossem contados os votos do segundo turno do referendo, previsto para o próximo sábado no resto das províncias.

A televisão egípcia informou que ainda continua hoje a apuração dos votos em alguns distritos eleitorais.

Mesmo assim, a emissora confirmou o triunfo do "sim" com 60% contra 40% do não, embora tenha destacado que se trata de resultados preliminares e oficiosos, "segundo dados dos meios de comunicação". EFE

hh-ssa/ma

Carregando...

Siga o Yahoo Notícias