Israel coloca em prática novo interceptador de mísseis de médio alcance

Netanyahu participa da cerimônia de entrega do David's Sling, em Hatzor

O premier de Israel, Benjamin Netanyahu, afirmou neste domingo que a última adição à defesa antimísseis de Israel significa que aqueles que procurarem destruir o Estado hebreu estarão colocando em risco a própria vida.

Netanyahu fez esta declaração durante uma cerimônia para entregar o sistema "David's Sling" à Força Aérea de Israel.

O interceptador de médio alcance, desenvolvido com o apoio dos Estados Unidos, foi concebido para ocupar a lacuna entre o sistema de defesa antimísseis de longo alcance Arrow e o interceptador de curto alcance Iron Dome.

Juntos, afirmou Netanyahu, eles "protegeriam Israel, nossos cidadãos, nossas cidades".

"Qualquer um que tentar nos atingir será atingido, qualquer um que ameaçar a nossa existência colocará em risco a própria existência", afirmou, em um discurso na base da Força Aérea de Hatzor, no centro de Israel.

O país registrou várias ameaças aéreas, algumas na fronteira e outras, como no caso do Irã, mais distantes. Uma das ameaças viria do Hezobollah libanês, que enfrentou numa guerra em 2006.

O Exército de Israel acredita que o Hezbollah disponha de 100 mil a 120 mil mísseis de curto e médio alcances, bem como foguetes e centenas de mísseis de longo alcance, enquanto os de médio alcance poderiam chegar a Tel Aviv.

Além disso, a partir da Faixa de Gaza são lançados periodicamente mísseis e foguetes, geralmente guiados por grupos islamitas opositores do Hamas, que governa o enclave palestino.

Mas Israel responsabiliza o Hamas por estes disparos, sem levar em conta quem os efetuou, e costuma atacar instalações do Hamas em represália.