Israel diz que Putin se desculpou por comentários de chanceler russo sobre Hitler

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Primeiro-ministro israelense, Naftali Bennett
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

JERUSALÉM (Reuters) - O primeiro-ministro israelense, Naftali Bennett, disse nesta quinta-feira que o presidente russo, Vladimir Putin, pediu desculpas pelos comentários de seu ministro das Relações Exteriores, alegando que Adolf Hitler tinha origens judaicas.

Bennett, após uma ligação com o líder russo, disse que aceitou o pedido de desculpas e agradeceu Putin por esclarecer sua posição.

O premiê israelense também disse que pediu a Putin que considerasse permitir a retirada de pessoas da siderúrgica Azovstal sitiada no porto ucraniano de Mariupol.

Bennett disse que fez esse pedido após uma conversa anterior com o presidente ucraniano, Volodymyr Zelenskiy, e que Putin prometeu criar um corredor para a retirada de civis.

(Reportagem de Ari Rabinovitch)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos