Israel espera que AIEA dê ao Irã alerta claro sobre programa nuclear

Primeiro-ministro de Israel, Naftali Bennett, durante reunião de gabinete em Jerusalém

JERUSALÉM (Reuters) - O primeiro-ministro israelense, Naftali Bennett, disse nesta terça-feira que espera que o Conselho de Governadores da agência nuclear da ONU, que está se reunindo agora, emita um alerta claro ao Irã sobre seu programa nuclear.

"Esperamos que o Conselho de Governadores emita um sinal de alerta claro perante o regime em Teerã e deixe claro que, se continuarem com sua política nuclear desafiadora, pagarão um preço alto", afirmou Bennett em comentários televisionados em uma reunião do comitê parlamentar.

Bennett se encontrou na semana passada com o chefe da Agência Internacional de Energia Atômica antes da reunião do conselho e disse a ele que Israel preferiria uma solução diplomática ao impasse com o Irã, mas poderia tomar uma ação independente, reiterando uma ameaça velada de longa data de lançar uma guerra preventiva.

Estados Unidos, França, Reino Unido e Alemanha estão pressionando para que o Conselho de Governadores da AIEA repreenda o Irã por não responder a perguntas antigas sobre vestígios de urânio em locais não declarados.

Uma repreensão provavelmente irritaria o Irã e poderia prejudicar as perspectivas de resgatar o acordo nuclear iraniano de 2015. As negociações indiretas sobre isso entre o Irã e os Estados Unidos já estão paralisadas.

Israel considera a perspectiva de o Irã desenvolver armas nucleares como uma ameaça à sua existência. O Irã diz que seu programa nuclear é pacífico.

(Reportagem de Ari Rabinovitch)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos