Israelenses se manifestam contra Netanyahu às vésperas das eleições legislativas

·1 minuto de leitura
Manifestantes israelenses em frente àda residência do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, em Jerusalém, em 20 de março de 2021

Milhares de israelenses foram às ruas na noite de sábado (20) em Jerusalém para exigir a renúncia de Benjamin Netanyahu. Eles protestaram em frente à residência oficial do primeiro-ministro, que está deixando o cargo e é candidato nas eleições legislativas de terça-feira.

Desde junho de 2020, são frequentes as manifestações contra o primeiro-ministro, que está no poder há 12 anos ininterruptos. Netanyahu, de 71 anos, também é acusado de corrupção em três casos, embora defenda sua inocência.

A polícia urgiu aos habitantes de Jerusalém que se mantenham longe do local da manifestação e das ruas ao redor.

A campanha eleitoral para as eleições legislativas de terça, a quarta votação em menos de dois anos, coincidiu com um intenso programa de vacinação contra a covid-19, que o primeiro-ministro cessante usou para reivindicar seu valor perante o eleitorado.

Segundo as pesquisas, o partido de Netanyahu, o Likud, de direita, ganharia entre 27 e 30 cadeiras de um total de 120 do Knesset, o Parlamento israelense, tem. Dessa forma, ficaria em primeiro lugar, mas não teria votos suficientes para atingir a maioria necessária para formar um governo de coalizão com seus aliados (61 deputados).

jjm/mdz/vg/jvb/eg/ic