"Isso não existe", diz Marcos Mion sobre assumir o domingo da Globo

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Marcos Mion se diz realizado profissionalmente por comandar as tardes de sábado na Globo
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Marcos Mion
    Apresentador e ator brasileiro
  • Marcos Mion nega troca de horários com Luciano Huck na Globo

  • Apresentador afirmou que seguirá comandando o Caldeirão em 2022

  • Ele fez um balanço sobre sua vida profissional neste ano, que começou com demissão e terminou com contrato na maior emissora do país

Marcos Mion não vai para os domingos da Globo. A informação de que a emissora estaria insatisfeita com Luciano Huck e que pretende promover a troca dos apresentadores em sua programação é algo que nunca foi discutido internamente pela direção, que está satisfeita com a evolução dos profissionais. E o comandante do Caldeirão confirma que nada será alterado em 2022.

"Isso é bobagem, não existe! O domingo é do Luciano (Huck), e ele está encarando uma pedreira lá, não é fácil. Eu sei o que é cuidar do sábado, o domingo é uma responsabilidade ainda maior. Sem dúvida alguma, Luciano é o nome e dá conta do recado maravilhosamente bem. Está absolutamente preparado pra isso. Eu e o domingo não temos absolutamente nada a ver", disse Mion em entrevista ao Extra.

O ano de 2021 foi recheado de emoções para o apresentador. Em janeiro, foi demitido da Record, deixando seus fãs completamente assustados. Ele chegou a assinar com a Netflix, mas nem deu tempo de desenvolver trabalhos na plataforma, porque a Globo entrou em sua vida no segundo semestre e preencheu sua agenda, obrigando-o a cancelar o acordo com a gigante do streaming.

"Foi um 2021 muito abençoado, não vou me esquecer nunca dele. Hoje, acredito totalmente na gratidão até pela dor. Tudo que enfrentei somou pra que eu estivesse aqui, agora. Cheguei com amor e intensidade. Minha trajetória foi escrita de uma forma linda, com percalços e conquistas", refletiu.

Antes de assinar com a Globo, Mion teve diversos outros momentos de negociações com a emissora. Ele conta que por algumas vezes o contrato estava prestes a ser assinado, mas sempre acontecia algo que o surpreendia negativamente e as conversas eram paralisadas.

"Eu cheguei a falar em valores, pedi para imprimir contrato, e não virou. Nossa, eu ficava destruído! Já entrei de joelho na igreja um dia pra agradecer e, no seguinte, cheguei chorando pra tentar entender por que não tinha acontecido uma coisa que estava certa. Mas a fé nunca me faltou, sempre soube que ia rolar. Dizia: 'Eu acredito, eu confio, e que seja no Seu tempo, Deus, na hora certa'", comentou.

Uma das recentes negociações que não vingaram foi quando a Globo buscava um apresentador para o No Limite. Mion foi sondado por Boninho, mas as conversas foram interrompidas porque ele ainda tinha um aviso-prévio a cumprir com a Record, inviabilizando sua participação no reality show.

"Minha mulher [Suzana Gullo] queria que eu desistisse por um tempo, que a gente fosse morar nos Estados Unidos. Tinham uns produtores querendo me conhecer. Mas eu insisti: 'Eu sei que vai rolar, eu tenho fé em Nossa Senhora, minha promessa pra ela vai vingar'", lembrou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos