Itália adia reabertura de pistas de esqui

·1 minuto de leitura
Funcionário faz manutenção de teleférico na estação de Sestriere, Itália

A Itália adiou neste sábado a reabertura das pistas de esqui para a segunda quinzena de janeiro, depois que os governos regionais pediram mais tempo para adotar os protocolos sanitários.

O ministro da Saúde, Roberto Speranza, assinou hoje o decreto que adia a reabertura das pistas para o dia 18. "As tendências recentes da epidemia e a situação internacional não convidam a tomar esse tipo de decisão, acreditamos que não se apresentam as condições para permitir as iniciativas e ações necessárias à abertura em 7 de janeiro", escreveram as autoridades regionais em carta dirigida ao governo, citada no decreto.

O conselho científico, que assessora o Executivo, alertou para possíveis aglomerações em atividades relacionadas à prática de esqui. A maioria dos países europeus não abriu suas pistas em dezembro.

A Itália registrou hoje 9.166 novos casos e 364 mortos pelo novo coronavírus.

ams/har/eb/jz/lb