Itaú BBA vê setor de energia do país com bons retornos e menor risco de racionamento

SÃO PAULO (Reuters) - O Itaú BBA vê um viés positivo para o setor elétrico do Brasil, com "retornos relativamente atraentes" e "grande janela para crescimento, tanto em novos projetos quanto em fusões e aquisições", além de menor risco de um racionamento, segundo relatório divulgado a clientes nesta quinta-feira. O banco destacou que o setor tem fluxo de caixa resiliente, devido a contratos regulados e reajustados pela inflação, além de um retorno sobre o capital de 9,3 por cento em termos reais, ante 6,9 por cento de títulos públicos com vencimento em 2035. Na quarta-feira, a Equatorial Energia já havia destacado um panorama melhor para os investimentos no setor durante teleconferência, na qual o diretor financeiro Eduardo Haiama disse que uma recente elevação nos retornos em geração começa a atrair a atenção para novas oportunidades no segmento. Entre as elétricas apontadas pelo Itaú BBA como aquelas com maior potencial de valorização estão CPFL Energia, Alupar, Copel, Energias do Brasil e Tractebel. (Por Luciano Costa)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos