Italiana ganha obra de Picasso em sorteio internacional

(Arquivo) Fachada da casa de leilões Christie's em Paris

Una italiana ganhou uma tela de Picasso em um sorteio internacional realizado nesta quarta-feira na casa de leilões Christie's de Paris, destinado a financiar um projeto de caridade da ONG Care na África.

A segunda edição desta rifa on-line colocou à venda 200 mil bilhetes de 100 euros para ganhar a obra "Natureza Morta", avaliada em 1 milhão de euros. No total, a campanha "Um Picasso por 100 euros" arrecadou mais de 5,1 milhões de euros, com a venda de 51 mil bilhetes.

Um conhecido ofereceu o bilhete sorteado à vencedora. A pintura, datada e assinada por Picasso, pertence ao colecionador David Nahmad, que deveria recuperar o valor de 1 milhão de euros, mas decidiu reduzir a quantia para 900 mil euros. O restante será destinado à Care para financiar projetos ligados ao abastecimento de água potável em Madagascar, Camarões e Marrocos.

A iniciativa, no entanto, ficou longe de vender todos os bilhetes e atingir a cifra prevista, de 20 milhões de euros. O sorteio havia sido marcado para 6 de janeiro, mas os organizadores decidiram prorrogá-lo.

"Era uma cifra muito ambiciosa. Tivemos um resultado excepcional, para uma operação muito complicada, em um período muito complicado", comentou a diretora de comunicação da Care, Emanuela Croce.

O sorteio eletrônico aconteceu na casa Christie's, diante de um grupo reduzido de pessoas devido à pandemia do novo coronavírus. Um total de 30% dos bilhetes foram comprados por franceses, seguidos de americanos e suíços, informou Péri Cochin, promotora da iniciativa. Houve vendas em uma centena de países, entre eles o Brasil, onde foram adquiridos 200 bilhetes.

Na primeira edição, em 2013, foram arrecadados quase 5 milhões de euros, destinados à conservação da cidade libanesa de Tiro, patrimônio mundial da Unesco. Os organizadores anunciaram uma nova edição para 2021.