Itamaraty confirma novo voo de repatriação entre Portugal e Brasil

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Ministério de Relações Anteriores confirmou, nesta sexta-feira (26), mais um voo de repatriação entre Portugal e Brasil -apesar de as ligações aéreas permanecerem suspensas. Operado pela empresa aérea Azul, o voo está marcado para sair do Brasil na próxima terça (29), do aeroporto de Viracopos em Campinas, com destino a Lisboa, e voltar de lá no dia seguinte (30). Os bilhetes já estão esgotados, segundo a assessoria da companhia. Desde que as fronteiras foram fechadas, centenas de brasileiros relatam dificuldades de se manterem no país europeu. A maioria dos afetados eram imigrantes que ficaram desempregados por conta da pandemia e já tinham passagens compradas para retornar ao Brasil. Sem emprego, muitos já recorrem ao auxílio de ONGs e entidades religiosas até para se alimentarem. Assim como as quatro viagens já realizadas durante as restrições impostas pela crise sanitária, o voo da próxima semana é considerado comercial extraordinário --ou seja, as companhias aéreas são responsáveis pela venda de assentos. Na quinta-feira (25), o Parlamento português aprovou a extensão do estado de emergência por mais 15 dias, até meados de abril. Após viver seu pior surto de pandemia em janeiro, o país vem afrouxando medidas desde 15 de janeiro, reabrindo aos poucos livrarias, creches, escolas primárias e cabeleireiros. Na noite de quinta (25), o governo da Argentina anunciou que voos de e para Brasil serão suspensos a partir de sábado (27). Alvo das suspensões, o Brasil vive o pior momento da pandemia com uma curva íngreme no aumento das infecções e é um dos países com mais barreiras de entrada no exterior.